Uruguaiana
Jornal de Hoje

Abertura da Colheita do arroz tem lançamento na Zona Sul do Estado

15 Outubro 2018 09:08:00

Rejane Costa

A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) realizou nesta quarta-feira, 10/10, em Pelotas, o lançamento para a região Sul, da 29º Abertura Oficial da Colheita do Arroz. A cerimônia ocorrida na Associação Rural de Pelotas durante a 92ª edição da Expofeira do município contou com a presença de autoridades e representantes de entidades apoiadoras e empresas patrocinadoras.

A expectativa para o evento, que ocorrerá de 20 a 22 de fevereiro de 2019 na Embrapa Terras Baixas, em Capão do Leão, com o tema "Matriz Produtiva: Atividade Diversificada, Renda Ampliada", é muito grande, de acordo com o vice-presidente da Federarroz, Alexandre Velho. Ele salientou que o evento busca cada vez mais apresentar tecnologias e maneiras de alcançar uma lavoura mais forte e produtiva com um custo menor. "Hoje, a forma de o produtor de arroz diminuir custos e aumentar a produtividade é pensar em outras culturas, agregando a soja e também a pecuária", observou.

Velho destacou que a Abertura da Colheita do Arroz é o maior evento da cultura na América Latina. "A troca de experiências proporcionada é muito grande com a presença de produtores de cerca de dez Estados brasileiros, cinco países e uma visitação média nos três dias do evento de cinco mil pessoas. Por isso a escolha por Pelotas e Capão do Leão é muito importante pela tradição neste mercado", afirmou.

Na programação constam 33 vitrines tecnológicas que fazem parte de um roteiro técnico a ser feito durante as três manhãs do evento, além dos Fóruns Técnico e Mercadológico. Velho também ressaltou a tradicional distinção com a Pá de Arroz que será entregue a 13 personalidades de destaque no cenário da orizicultura.

O vice-presidente da Federarroz abordou ainda a pauta já definida pelo setor que será negociada com o próximo governador do Estado. Garantiu que os produtores de arroz não abrirão mão de questões fundamentais para o sucesso da lavoura. Velho citou o fortalecimento do Instituto Riograndense do Arroz (Irga), defendendo o repasse da Taxa de Cooperação e Defesa da Orizicultura (CDO) para os produtores.

O dirigente também citou a importância em modernizar o Porto de Rio Grande por onde é feita a exportação do cereal, a qual regula todo o mercado. "Atualmente o Porto possui um sistema de carregamento arcaico, o que acaba onerando o produtor", afirmou Velho, lembrando ainda a necessidade do desconto temporário do ICMS. "Esta necessidade foi comprovada na audiência pública realizada em Porto Alegre por meio de um estudo elaborado pela Farsul. As entidades estão alinhadas e não irão abrir mão de defender a lavoura de arroz", concluiu.

Estiveram presentes ao lançamento da 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz os prefeitos de Pelotas, Paula Mascarenhas, e de Capão do Leão, Mauro Nolasco, além dos presidentes da Associação Rural, Carolina Osório, e do Sindicato Rural do município, Fernando Rechsteiner, assim com o presidente do Irga, Guinter Frantz. Também participaram o chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Clima Temperado, Jair Nachtigal, e o diretor da Farsul, Francisco Schardong. O evento é uma realização da Federarroz com co-realização da Embra

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.