Uruguaiana
Jornal de Hoje

Alegrete fica com o Grande Campeonato Angus

31 Agosto 2018 11:09:00

Gabriela Barcellos
Foto: Gabriel Oliveira

A raça Angus definiu seus campeões tanto entre os machos quanto entre as fêmeas, na tarde de quarta-feira, 29/8, na Pista Central do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, integrando a programação da 41ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer).

Entre os machos, a genética da Estância Guarita, de Alegrete, saiu consagrada. A propriedade do criador Alex Fonseca levou o título de grande campeão da exposição em uma tarde de disputa acirradíssima, com o touro Angus Guarita 244 TEI Tomahawk (box 751). O animal se sagrou bicampeão, já que havia levado o título em 2017.

"O grande campeão tem uma estampa de pai de cabanha com grandes qualidades raciais, potencial carniceiro, funcionalidade de movimentos e excelentes testículos", disse o jurado argentino Carlos Ojea Rullán, que salientou que a disputa foi difícil. A força reprodutiva do grande campeão também foi reforçada por seu proprietário. Segundo Fonseca, o animal - já contratado por uma central de inseminação - chega a atingir até 800 doses de sêmen em uma única coleta. "Esse touro é o mimoso da propriedade, da família e dos cabanheiros", revelou.

O reservado de grande campão é Angus Guarita 275 TE Black Label (box 750) da Fazendas Reunidas Pansul/Fazenda São Marco, que levará o título para Itapeva (SP). "Sair daqui com uma faixa já é difícil, com duas então é inacreditável", pontuou o criador Rodolfo Bonfiglioli Neto, diretor da Fazendas Reunidas Pansul, referindo-se ao título de grande campeã conquistado pela propriedade pela manhã com a vaca Anastacia Quebrantador Athenas TE 487 (box 833).

O terceiro melhor macho da feira é o touro júnior Santa Ângela TEI 441 Unmistakable (box 731), da Cabanha Santa Ângela, do criador Frederico Fittipaldi Pons, de Uruguaiana.

A Fazendas Reunidas Pansul/Fazenda São Marco também levará para casa o Grande Campeonato entre as fêmeas, com a vaca Anastacia Quebrantador Athenas TE487 (box 833), uma estreante nas pistas de exposições da raça. Apresentando-se com cria ao pé, o ventre vermelho encantou Carlos Ojea Rullán no julgamento. "Essa fêmea é uma campeã em qualquer pista do mundo. Ela é muito feminina, muito completa, larga de quadril e tem um bom úbere", citou. E elogiou a grande campeã por uma das características mais marcantes da raça: sua aptidão materna. "Essa vaca está fazendo um excelente trabalho criando esse terneiro". Para o criador Rodolfo Bonfiglioli Neto, diretor da Fazendas Reunidas Pansul/Fazenda São Marco, o sucesso na exposição é a coroação do trabalho de pessoas que se dedicam o ano inteiro para chegar à Expointer e fazer o melhor. "A gente participa de todas as exposições do Brasil, mas aqui é o fechamento". Ao voltar para casa, a fêmea Angus será utilizada como doadora de embriões. A propriedade também conquistou o título de terceira melhor fêmea da Expointer 2018 com a vaquilhona menor Cayenne TESM024 Wide de São Marco (box 803).

O trabalho em equipe também garantiu o título de Reservada de Grande Campeã Angus para a vaca Cia Azul TE15 Reliquia NET Worth (box 834), da Cia Azul Agropecuária, de Susana Macedo Salvador, de Uruguaiana

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.