Uruguaiana
Jornal de Hoje

Cerca de 30 mil pessoas homenageiam Nossa Senhora Aparecida

16 Outubro 2018 10:40:00

Foto: jairo Souza/JC

Na 16ª edição da Festa e Procissão em Honra à Nossa Senhora Aparecida, em Uruguaiana, cerca de 30 mil pessoas foram as ruas, de acordo com o frei Raphael Rodrigues da Igreja Nossa Senhora do Carmo. A Secretaria de Segurança, Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana (Segtram) não fez levantamento do número de participantes.

As homenagens no dia da Padroeira do Brasil, 12 de outubro, iniciaram com bênção aos motociclistas em frente a Igreja do Carmo, no início da manhã. Logo mais, por volta das 9h, saiu do Obelisco a tradicional procissão em homenagem a santa, percorrendo as ruas Flores da Cunha e Vasco Alves, até a Igreja do Carmo.

Fiéis descalços, com imagens da padroeira, crianças com o manto de Aparecida, marcaram a procissão. Na chegada a igreja, foi celebrada missa pelo bispo Dom José Mário. Após, foi servido almoço, no salão paroquial. Mesmo com a garoa, o tempo não atrapalhou as homenagens que foram em peso. O frei Raphael avaliou o momento. "A gente ficou muito contente porque o tempo não estava firme, não convidava a sair. A gente viu o povo com uma fé muito forte, primeiro que veio uma caminhada em grande volume e mesmo depois que começou a chover ficaram na missa", ressaltou. "O bispo se impressionou com a fé do povo, que é muito forte, não arredaram o pé aqui da frente. Então a nossa avaliação foi muito positiva. A caminhada foi muito animada, cantamos e rezamos bastante", comentou.

Sobre o número de participantes, o frei disse que superou o ano passado. "A gente percebeu o volume quando a gente chegou aqui (na igreja) e o pessoal estava lá na Flores da Cunha ainda. Foi muito mais (participantes) que no ano passado", acrescentou.


História

De acordo com a história, em 1717, pescadores lançaram suas redes no Rio Paraíba do Sul, com o objetivo de pescar peixes grandes para um jantar especial para o Conde de Assumar.

Eles tentaram muito, mas não estavam conseguindo pescar nada. Quando já estavam quase desistindo, um pescador chamado João Alves, apanhou uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, primeiro o corpo e depois a cabeça, e enrolou-a em um manto. Em seguida, as suas redes que até então vinhas vazias, abundavam em peixes.

Dezessete anos depois do achado, foi construída a primeira capela que rapidamente se tornou um ponto de peregrinação para os viajantes.

Em 1868, a Princesa Isabel ofertou um manto azul e uma coroa cravejada de diamantes à imagem.

Nossa Senhora da Conceição Aparecida, foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Oficial em 16 de julho de 1930, por decreto do Papa Pio e, 50 anos depois, foi decretado oficialmente que o dia 12 de outubro seria feriado oficial no país.

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.