Uruguaiana
Jornal de Hoje

DPCA prende cinco pessoas por envolvimento em quatro crimes de homicídio

30 Julho 2018 08:20:00

Gabriela Barcellos
Foto: Divulgação

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, com apoio de policiais das demais delegacias de Polícia Civil no município e sob o comando do delegado Enio Tassi, realizou no início da manhã de ontem, 27/8, uma operação para cumprimento de cinco mandados de prisão e apreensão.

Os mandados foram solicitados pelo Delegado e deferidos pelos Poder Judiciário na última semana, e são referentes a três investigações de crimes de homicídio - duas delas de crime consumado e outra de tentativa contra duas vítimas.

No bairro Horta Pública foram presos Tiago Souza da Silva, conhecido como 'Diabão', e Eduardo Apestegui Brum, conhecido como 'Pescocinho'. As prisões são temporárias e os dois são acusados de duas tentativas de homicídio. O crime ocorreu na Rua 21 de Abril, nas proximidades da parada de ônibus frente ao CAIC - Elvira Ceratti. As vítimas são dois adolescentes, Delcio Cassiano Gonçalves da Silva, de 17 anos, e Matheus Gonçalves Silva, de 15 anos. Eles foram alvejados por disparos de arma de fogo. Quando ouvidos pela polícia, os menores disseram saber quem foi o autor dos disparos, mas não quiseram contar à polícia dizendo somente que "resolverão depois". Eles contaram que o autor lhes ofereceu um "cano pra brick" e que depois que falaram ao vendedor que não tinham dinheiro para comprar, o autor efetuou cinco disparos em sua direção.

Durante as buscas na casa de Eduardo, os policiais encontraram munições de calibre restrito, fios de cobre derretidos e várias aves, utilizadas em rinhas de galo, inclusive feridos. O Pelotão Ambiental da Brigada Militar foi acionado. Além da prisão temporária, Eduardo foi preso em flagrante pelo Delegado por receptação e posse de munição de uso restrito.

Logo depois os policiais aprenderam dois adolescentes, acusados de participar de um crime de homicídio consumado ocorrido no dia 17 de junho. A vítima é Robson Gregório Ramos, de 30 anos. Ele foi esfaqueado pelo próprio irmão, que já estava preso. No entanto, ficou comprovada a participação dos dois menores, que investiram contra a vítima com pedradas e pauladas, o que foi a causa da morte. O crime ocorreu depois de uma discussão entre Robson, o irmão e os dois menores, porque a vítima pediu que o trio parece de fumar crack naquele local.

Por fim, mais um adolescente foi apreendido, este por envolvimento num crime ocorrido no dia 1º de julho. Por volta de 16h, na Rua José Gomes de Souza, bairro Cidade Alegria, Talison Wesley Neves, de 18 anos, foi executado com um tiro na cabeça. Talison foi morto duas semanas depois de deixar o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), onde cumpriu medida socioeducativa por conta de um homicídio que cometera quando tinha 15 anos, em 2014, na na Praça do Trabalhador, localizada frente à Escola Municipal Dom Bosco, no bairro Rui Ramos. O menor aprendido ontem é um dos participantes do crime.

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.