Uruguaiana
Jornal de Hoje

Caminhada reúne cerca de 800 pessoas

02 Outubro 2018 14:23:00

Gabriela Barcellos
Foto: Jairo Souza/JC

Cerca de 800 pessoas saíram às ruas na tarde de sábado, 29/9, em protesto contra o candidato a presidência da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL). O ato fez parte do Movimento #EleNão, deflagrado nas redes socias semanas atrás.

A concentração ocorreu na Praça Argentina, de onde, às 16h, o grupo saiu em caminhada até a Praça Barão do Rio Branco, com faixas, cartazes e camisetas de repúdio ao candidato.

De acordo com Céli Regina Jardim Pinto, autora do livro Uma história do feminismo no Brasil e professora do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), esta é a maior manifestação de mulheres na história do Brasil - mas não somente mulheres participaram no ato. Foi também uma das maiores manifestações contra um candidato, independentemente das mulheres. As afirmações são de

O número total de pessoas que participaram das manifestações é incerto e não houve divulgação de estimativas de público nas principais cidades, como costumava ocorrer durante as manifestações pró e contra o impeachment de Dilma Rousseff.

Além das cidades brasileiras, houve manifestações em diferentes cidades do mundo, como Nova York, Lisboa, Paris e Londres.

O grupo de cerca de 250 mulheres que atuou diretamente na mobilização para a caminhada prevê realizar uma nova atividade contra Bolsonaro ainda antes das Eleições de domingo, 7/10.

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.