Uruguaiana
Jornal de Hoje

Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo inicia dia 6

30 Julho 2018 13:23:00

Larissa
A sala de vacina central atenderá de segunda a sexta-feira pela manhã das 8h às 10h e das 10h30 às 11h30; à tarde das 13h às 16h e das 16h30 às 17h30.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nesta semana a data e demais informações referentes a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e contra o Sarampo. A imunização inicia dia 6 de agosto e segue até 31 de agosto em todo o território nacional.

De acordo com a SMS, a campanha tem objetivo de vacinar indiscriminadamente contra a Poliomielite e o Sarampo as crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias de idade, contribuindo para a redução do risco da reintrodução do poliovírus selvagem, sarampo e rubéola.

A população de Uruguaiana na faixa etária de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias é de 7.625 crianças, e a meta é vacinar 95% deste quantitativo, ou seja, vacinar no mínimo 7.244 crianças no período da campanha, para evitar a manutenção ou a formação de bolsões de não vacinados. É necessário levar o Cartão de Vacinação da criança.

As Estratégias de Saúde da Família (ESFs) atenderão de segunda a sexta-feira das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. A sala de vacina central atenderá de segunda a sexta-feira pela manhã das 8h às 10h e das 10h30 às 11h30; à tarde das 13h às 16h e das 16h30 às 17h30.

O Dia D, Dia de Mobilização Nacional, será realizado no sábado, 18/8, em todas as unidades de saúde do município das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h.


Poliomielite

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principais características a flacidez muscular, com sensibilidade preservada, e a arreflexia (ausência de reflexos ou movimentos) no seguimento atingido. A transmissão da Poliomielite ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via fecal-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar). O último caso autóctone de Poliomielite no Brasil ocorreu em 1989. Apesar dos progressos alcançados desde o início global de erradicação da Poliomielite, a doença permanece endêmica em três países (Afeganistão, Nigéria e Paquistão). Além disso, outros países são considerados de risco para a Poliomielite, especialmente naqueles com baixa cobertura vacinal, bolsões de não vacinados e que mantêm viagens internacionais ou relações comerciais com estes países.


Sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e morte, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias no período de quatro a seis dias antes do aparecimento de exantema, até quatro dias após. Apesar dos esforços empreendidos desde o início do programa de eliminação da doença, nos últimos anos, casos de sarampo têm sido reportados em várias partes do mundo e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), muitos países permaneceram endêmicos para o sarampo, principalmente aqueles com baixa cobertura vacinal e bolsões de não vacinados. Até o momento o Rio Grande do Sul apresentou 13 casos confirmados laboratorialmente e epidemiologicamente comprovados. Todos casos importados, ou seja, a contaminação do caso base ocorreu fora do território gaúc

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.