Uruguaiana
Jornal de Hoje

GERAL

Descarte irregular de lixo gera prejuízos ao Meio Ambiente

04 Outubro 2018 13:04:00

Em Uruguaiana existe uma lei especifica que regula esta norma do meio ambiente. Confira

Larissa
Foto: Ascom/PMU

O descarte de lixo em lugares inadequados tem gerado transtornos para a cidade e, por consequência, à população local. Os principais problemas provocados pelo descarte inadequado são alagamentos, inundações e proliferação de insetos e vetores de doenças.

Os resíduos sólidos causam entupimentos de valas, bocas de lobo, bueiros e córregos. Isso faz com que não haja o escoamento rápido das águas pluviais, consequentemente ocasionando enchentes.

O desperdício de dinheiro público é outro problema que o descarte de lixo irregular pode causar ao município. Isso porque a Prefeitura investe na coleta e destinação final dos resíduos sólidos. Com o descarte em lugares indevidos, o Município precisa alocar mais verbas no setor de limpeza urbana para recolher os detritos das vias públicas, que foram jogados inadvertidamente pela população.

Outro ponto importante é que esse lixo prejudica a saúde pública, pois os detritos contaminam o solo e a água, favorecendo a proliferação de mosquitos, ratos, insetos e animais peçonhentos. E não há necessidade de grandes quantidades de lixo para que haja o aparecimento desses animais. Basta um recipiente plástico jogado em um terreno, por exemplo, gerando a proliferação de um criadouro de mosquito da dengue, zika e chikungunya.

Em Uruguaiana existe uma lei especifica que regula esta norma do meio ambiente, que é a lei nº 1.970, que no capítulo II, artigo 28, trata que a ninguém é licito, sob qualquer pretexto, impedir ou dificultar o livre escoamento das águas pelos canos, valas, sarjetas ou canais das vias públicas, danificando ou obstruindo. O não cumprimento dessa lei pode gerar pena ou multa.

A bióloga Sheila Ripoll, diretora do Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema), comenta que ainda não há uma conscientização da população em relação ao descarte correto pois existe uma ideia que é uma obrigação da Prefeitura resolver este problema. "Poucas pessoas separam o lixo e fazem o descarte em locais adequados, pois ainda há um mal habito de que este é um dever da Prefeitura", explica.

O prefeito Ronnie Mello fala sobre a importância da população em ter uma conscientização sobre o assunto. "A cidade e estes espaços são nossos, da comunidade, por isso cada um deve cuidar, pois a Prefeitura faz o possível para atender a todos, mas tem que haver a colaboração da população", comenta.

Para mais informações sobre o assunto ou alguma denúncia deve se entrar em contato pelo telefone da Secretaria do Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema), que é o 3911-3027.

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.