Uruguaiana
Jornal de Hoje

Médicos decidirão semana que vem futuro na Santa Casa

02 Agosto 2018 13:18:00

Larissa
Foto: jairo Souza/JC

Médicos que atuam no Hospital Santa Casa de Uruguaiana vão decidir na próxima terça-feira, 7/8, em assembleia com o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) o futuro na instituição.

Os profissionais haviam dado o prazo de 31 de julho para o hospital quitar a folha salarial em atraso. De acordo com a diretora do Simers, Gisele Lobato, alguns médicos não recebem desde dezembro do ano passado. Os profissionais podem rescindir seus contratos com a instituição, de acordo com a resposta da administração, que terá reunião com a Caixa Federal em Porto Alegre, na próxima segunda-feira, 6/8. A medida acompanha também a decisão dos profissionais de enfermagem, técnicos e demais servidores que optaram por esperar o resultado da reunião na capital gaúcha e não iniciar a greve, que estava prevista para o dia 27/7.

A diretora do sindicato ainda falou sobre a situação preocupante da UTI Neonatal da Santa Casa, que precisa de no mínimo oito médicos para funcionar adequadamente. De acordo com Gisele, dos oito profissionais, um médico já deixou a UTI e outro já colocou aviso prévio. Daqui 30 dias a unidade pode operar com somente seis médicos.

De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa, se aguarda de imediato a liberação de sete milhões, que de acordo com o projeto de reequilíbrio financeiro da entidade, é a quantia necessária para dar o primeiro impacto nas finanças. O membro da provedoria da instituição, Eduardo Velo, está em Brasília e ontem iria se reunir com o Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, para tratar sobre uma das pautas, que é a liberação deste recurso. Ao todo, a instituição pede empréstimo de 13 milhões.

Imagens

Jn-CIDADE-selo-M&M.jpg

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados | Suita Sistemas.